Semarh e Banese Corretora entregam prêmio de R$ 12 mil a alunos vencedores da X Olimpíada Ambiental

postado em: Destaque, Outras Notícias, SQS | 0

Na manhã desta terça-feira, 12, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e a Banese Corretora de Seguros entregaram R$ 12 mil em premiação aos 20 alunos vencedores da X Olimpíada Ambiental.

Na companhia dos pais, foi assinado um contrato para o recebimento dos valores, que devem ser depositados em conta poupança em no máximo três dias úteis.

A premiação ficou dividida da seguinte forma: seis alunos que chegaram em primeiro lugar receberam R$ 1.000 cada; outros seis alunos que se classificaram em segundo lugar receberam R$ 600; e oito alunos que chegaram em terceiro lugar receberam a quantia de R$ 300.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Olivier Chagas, fez questão de estar presente no ato de entrega da premiação na sede da Banese Corretora de Seguros, e reafirmou que a Olimpíada ambiental foi um grande sucesso.

“Sucesso em todos os sentidos, de participação de alunos de escolas públicas e privadas, de universidades, de professores, enfim. Tivemos a premiação simbólica no Teatro Tobias Barreto e, agora, estamos efetivando a premiação com o depósito em conta poupança. Quero agradecer a parceria da Banese Corretora de Seguros que não hesitou em patrocinar os R$ 12 mil. Estamos concluindo esse ciclo com bastante sucesso. A Olimpíada teve a participação efetiva de todos os colaboradores da Semarh, os quais se empenharam para que tudo desse certo”, destacou Olivier.

Para a superintendente de Qualidade Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental (SQS) da Semarh, Valdinete Paes, o ato representa a lisura da Olimpíada para com os estudantes. “Chegamos à reta final da premiação, mostrando a seriedade do projeto com a concretização dos procedimentos bancários. Estamos registrando a seriedade e o compromisso da Semarh com a veracidade do edital, que foi elaborado com todo esmero”, afirmou.

A superintendente da Banese Corretora, Cristina Fontes Figueiredo, elogiou a realização da Olimpíada e a classificou como uma grande ferramenta de educação ambiental. “Para nós foi extremamente gratificante a parceria. Eu enxergo a Olimpíada como um trabalho espetacular. O fato de incentivar as crianças e os jovens a pensarem alternativas de preservar o meio ambiente é algo que precisa de aplausos. Acredito que o Governo, por meio da Semarh, está fazendo uma educação ambiental de qualidade e veremos os reflexos no futuro. Ano que vem a Banese Corretora de Seguros patrocinará novamente as Olimpíadas Ambientais”, garantiu ela.

A coordenadora da Olimpíada, Conceição Jeane, disse que, encerrando esse ciclo, a Semarh cumpre seu papel de educador ambiental. “Nós, que vivenciamos o dia a dia das Olimpíadas, sabemos que é um evento ímpar e motivador. Os alunos se sentem atraídos pelo desafio de competir e, acima de tudo, pelo desafio de pensar os problemas do meio ambiente e dar soluções”.

Felicidade

A estudante Letícia Santa Rosa, de 10 anos, do Colégio Estadual Nossa Senhora da Piedade, em Lagarto, agradeceu a Semarh pelo prêmio. “Fico muito feliz em receber essa caderneta de poupança”, sintetizou ela, que venceu em primeiro lugar na categoria produção de texto.

Carlos Henrique, 22, estudante universitário, ganhou o prêmio pela segunda vez consecutiva e em primeiro lugar. De sorriso largo, não esconde a felicidade. “Ganhei novamente e a sensação é maravilhosa. Quero parabenizar a Semarh por tudo, por essa ideia de colocar os jovens a pensar meio ambiente”.

Opinião semelhante tem Isadora Ralin, 14, do Colégio Módulo. “Esse prêmio é a valorização do nosso trabalho. Não tenho palavras. Só agradeço”.

A Olimpíada

A X Olimpíada Ambiental foi lançada no último mês de março pela Semarh. O evento faz parte do calendário da ‘Semana da Água’, e visa estimular a reflexão sobre questões e problemas relacionados ao meio ambiente, principalmente com a preservação da água, bem cada vez mais escasso.

O tema deste ano foi “Água Residual: O que fazer e como reutilizar?”, colocando em discussão o reaproveitamento das águas que saem das nossas casas, das indústrias em forma de esgoto, além das águas pluviais.

A Olimpíada deste ano teve a participação de 51 escolas da rede pública e particular de ensino, e inscrição de cerca de 1.372 alunos e de mais de 160 professores.

Modalidades

A Olimpíada se dividiu em três modalidades, contendo subdivisões: Arte (Pintura, Escultura, Colagem, Cartaz, Maquete e Quadrinhos); Produção de Texto (Redação, Poema, Crônica, Cartilha e Literatura de cordel); e Projetos (categoria exclusiva dos professores).

Além disso, foram sete categorias: I – Alunos do ensino Infantil – (Exclusivo para a modalidade Arte); II – Alunos do Ensino Fundamental Menor; III – Alunos do Ensino Fundamental Maior; IV – Alunos do Ensino Médio; V – Alunos do Curso Técnico; VI – Alunos do Ensino Superior; VII- Professores.

Premiação

Ao todo, 80 pessoas receberam premiações em cadernetas de poupança. Quem ficou em 1º lugar, recebeu R$ 1.000; em 2º lugar, R$ 600; e em 3º lugar, R$ 300. Apenas um professor foi premiado com a quantia de R$ 1.200. Os classificados entre 4º e 10º receberam entrada para o Oceanário. Vale frisar que todos os participantes receberam medalhas.

Fotos: Lucas Noronha/Semarh