NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) vem, através de sua assessoria de comunicação, esclarecer que não tem nenhuma relação com a interdição do Matadouro Municipal de Itabaiana. A ação nada mais é que o resultado de uma determinação da 2ª Vara Cível da Comarca de Itabaiana.
O Tribunal de Justiça (TJ), atendendo a um pedido do Ministério Público Estadual (MPE), determinou que a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) executasse a interdição do local, impedindo o abate e a venda de qualquer animal.
É importante ressaltar que a problemática do Matadouro Municipal vem sendo discutida nas esferas judiciais desde 2005. Todo andamento processual pode ser consultado no próprio site do TJ, através dos números processuais 200552100444 e 201452101419.
Ademais, vale reafirmar que o gestor da Semarh, Olivier Chagas, evidentemente, não tinha nenhum conhecimento da medida, antes que ela fosse executada. Nesse momento, o secretário concentra sua atenção às obras de esgotamento sanitário de Itabaiana, que beneficiarão toda a população e darão o primeiro passo rumo à despoluição do Açude da Macela.

Aracaju/SE, 7 de agosto de 2017.