Curso de Policiamento Ambiental é realizado em parceria entre PM e Semarh

postado em: Destaque 2, Outras Notícias, SBF | 0

Na manhã desta segunda-feira, 31, o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Olivier Chagas, recebeu, em seu gabinete, a tenente Priscila Maia, comandante do Pelotão de Polícia Ambiental de Sergipe, e os majores Marcos Aurélio e João Soares, instrutores da Polícia Militar de São Paulo.

Em pauta, o agradecimento a Semarh pela parceria na realização do curso de Policiamento Ambiental, que acontece no auditório da Codise, em Aracaju, desde o último dia 24 de julho e segue até o dia 3 de agosto para um público formado por policiais e bombeiros militares, além de técnicos da própria Semarh, Ibama e Adema.

Para Olivier, é dever do Estado zelar e proteger o meio ambiente, e o Pelotão Ambiental representa a força coercitiva para evitar crimes ambientais. “Estamos muito felizes com essa parceria. A Polícia Militar Ambiental faz um trabalho eficiente e nós estamos aqui para contribuir. Vejo a realização do curso como fundamental para o aprimoramento dos conhecimentos dos policiais e dos demais técnicos da área”.

A tenente Priscila Maia disse que, se não fosse a parceria com a Semarh, a capacitação não seria realizada. “Viemos agradecer pessoalmente. O secretário Olivier não mediu esforços e nos ajudou. O objetivo é qualificar os policiais e agentes públicos que atuam conjuntamente, combatendo os crimes ambientais que acontecem em Sergipe. Ao final do curso, teremos 40 guerreiros ambientais formados para proteger o meio ambiente”.

O major Marcos Aurélio, que é um dos palestrantes do curso, disse que, quando o Estado se preocupa com a capacitação dos seus profissionais, é sinal que há algo de bom ocorrendo. “Viemos ofertar a nossa experiência ao pelotão da Polícia Ambiental de Sergipe. Ministramos algumas matérias, transmitimos nossos conhecimentos para que eles possam atuar aqui em face da questão ambiental desse estado tão bonito. A Semarh viabilizou a realização do curso e isso é muito importante. Eu interpreto o interesse como algo crucial. É o Estado evidenciando seu interesse por profissionais mais preparados”, elogiou.

Já o major João Soares, que também ministra palestra, disse que o objetivo principal do curso é deixar uma sementinha na mente dos alunos e que eles possam evoluir. “Trouxemos essa nossa experiência, estamos à disposição e esperamos que isso seja o início para deslanchar e termos um meio ambiente preservado e que garanta qualidade a todos. Deixamos uma semente plantada e esperamos por resultados”.

Acordo de cooperação

A parceria entre a Semarh e o Pelotão Ambiental é antiga. No último dia 5 de julho, a Semarh e o Comando Geral da Polícia Militar assinaram acordo de cooperação técnica para a execução de ações de fiscalização, principalmente com relação aos recursos hídricos, ajudando a combater o uso indevido de água, elemento cada vez mais escasso.

O acordo, que tem validade de cinco anos, prorrogável por igual período, visa, inclusive, a realização de campanhas de fiscalização; troca de informações mensais entre os órgãos, objetivando uma perfeita integração das ações; e a adoção das decisões mais eficazes na defesa do meio ambiente, zelando pelo fiel cumprimento das normas legais; além de promover reuniões de avaliação e monitoramento.

Fotos: Lucas Noronha/Semarh