Criação do Sistema Estadual de Unidades de Conservação
Segundo o artigo 225 da Constituição Federal, o Poder Público e a coletividade têm o dever de defender o meio ambiente e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. Um dos instrumentos para o cumprimento desse dever é “definir, em todas as unidades da Federação, espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos”, as Unidades de Conservação (UCs).

A SEMARH-SBF está atuando na implantação das UCs já criadas e na criação e implementação de novas unidades, tais como o Monumento Natural Grota do Angico e o Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco.

Além da criação das Unidades de Conservação Estaduais, a SEMARH-SBF apóia os municípios na criação de Unidades Municipais, expandindo a rede de áreas protegidas no estado, promovendo uma preservação dos recursos naturais e culturais associados.

Implantação do SINBIOSE – Sistema de Informações da Biodiversidade de Sergipe
Diante da importância da disseminação de informações sobre diversidade biológica para a tomada de decisões, pelo poder público, voltadas para a conservação e uso da biodiversidade, bem como para subsidiar e direcionar pesquisas voltadas para o tema, a SEMARH-SBF está criando o SINBIOSE – Sistema de Informação da Biodiversidade de Sergipe, que tem como objetivo sistematizar e disseminar as informações sobre a biodiversidade sergipana em meio virtual, de forma a garantir o livre acesso de pesquisadores locais e regionais, como também permitir que os mesmos alimentem o sistema de informação, atualizando-o constantemente.

Diagnóstico Florestal
Dentro do Plano Florestal Estadual, o projeto inicial que subsidiará as ações da Política Florestal em Sergipe é o Diagnóstico Florestal. Realizado em parceria com o MMA/PNUD/GEF-Caatinga, esse projeto objetiva identificar a atual situação da cobertura florestal no Estado, especialmente da Caatinga, sua diversidade florística e faunística, seu uso e sua capacidade de produção e de fornecimento de material energético para o estado, bem como sua capacidade de regeneração.

Definição de Áreas Prioritárias para a conservação da biodiversidade e uso sustentável dos recursos naturais em Sergipe.
Além da sistematização das informações sobre a biodiversidade de Sergipe, a SEMARH-SBF, realizará o 1º Workshop Estadual de Biodiversidade, que além de fazer o lançamento do SINBIOSE, terá como finalidade a identificação das áreas prioritárias para a conservação da biodiversidade no Estado, que contará com a participação de pesquisadores que atuam e já atuaram em Sergipe, integrando o conhecimento desenvolvido ao longo do tempo no Estado e direcionando esforços na identificação das áreas mais relevantes para a conservação, e dando suporte para a implantação da Política Estadual de Biodiversidade.